Blog

Infantil 5

Conversando com o Mundo – Infantil 5 M e V

Por Ana Aliceblog_dez-30Os seres humanos fazem parte da sociedade, frutos de seus erros e acertos. Agimos e interagimos com a sociedade e sobre ela, por isso não se pode dizer que não fazemos parte desse contexto. Reconhecer-se como parte, implica compromisso com as transformações necessárias para que nas atitudes de cada um, tal transformação acarrete em mudanças.

Leia mais

Vamos Contar Histórias – Infantil 5 M e V

Por Ana Alice7c1ad4cb-0728-4f43-8f11-441464126faeA criança possui uma curiosidade natural e precisa de tempo e espaço para manifestações espontâneas de criatividade, imaginação e também construídas no brincar mediado. Através da literatura infantil o processo de aprendizagem acontece de maneira lúdica e sadia. O lúdico favorece a troca de experiências, de conhecimentos e sentimentos.

Leia mais

2ª Mostra Cultura de Infância – Parque Dino – Turmas do Infantil 1 ao 1º Ano

Por Evelise Melofoto-parque-dino-28Uma intensa pesquisa ao longo do mês de setembro foi realizada pelas crianças do Infantil 1 ao 1º Ano do Colégio Paulo Freire, num grupo de 200 crianças e 25 professoras, regidos pela atelierista da instituição.Compreendemos a criança como ser heurístico que tem a curiosidade como característica e ama investigar, descobrir, aprender.

Leia mais

Andando em grupo – Infantil 5 M e V

Por Ana Alice20180831_172630Aprendemos uns com os outros, e essa aprendizagem impulsiona o desenvolvimento humano; devemos fazer uso dessa aprendizagem no propósito de contemplar o bem coletivo. Portanto, comprometer-se com o cuidado e bem-estar de si é, também, cuidar do outro, do grupo e do meio. Isso é possível quando conhecemos e interagimos. Quando compreendemos a criança como produtora de uma cultura própria, percebemos que suas ações e reflexões nascem e se ampliam no ato de brincar.

Leia mais

Vamos Viajar – Infantil 5 M e V

Por Ana Alice20180715_201414A alfabetização contribui para a apropriação das linguagens oral, escrita e matemática, a utilização dessas como autorias do pensar e não como um reprodutor de pensares dos outros. Destaca-se a relevância de contribuir para a formação de cidadãos cientes da função social da escrita, da leitura e da matemática para o convívio e a transformação da sociedade, bem como reconhecer sua importância e valor, descobrindo o prazer pelas palavras e pelos números.

Leia mais