Ensino Médio

Projeto educativo que contempla a formação do cidadão competente, crítico e ético, propiciando preparo para o ingresso universitário. 

Objetivos Gerais:

O Ensino Médio está adequado às necessidades do mercado, propiciando preparo para o ingresso universitário, voltado também para o ENEM.
A exemplo do que já vínhamos praticando, nosso Ensino Médio também está focado na aprendizagem ampla com base não somente na informação, mas na formação com vistas ao exercício da cidadania. De acordo com a legislação vigente, o Ensino Médio integra finalidades e funções de forma articulada:

  •  A formação da pessoa, de maneira a desenvolver valores e competências necessárias à integração de seu projeto individual ao projeto da sociedade em que se situa;
  • O aprimoramento do(a) educando(a) como pessoa humana, incluindo a formação ética e o desenvolvimento da autonomia intelectual e do pensamento crítico;
  • A preparação e orientação básica para a sua integração no mundo do trabalho, com as competências que garantam seu aprimoramento profissional e permitam acompanhar as mudanças que caracterizam a produção no nosso tempo;
  • O desenvolvimento das competências para continuar aprendendo, de forma autônoma e crítica, em níveis mais complexos de estudos.

Outras atividades, diferenciais pedagógicos e recursos:

  • Recuperação Paralela;
  • Informática Educativa;
  • Curso de Informática (no contra turno – sem custos);
  • Oficinas de Cidadania;
  • Formação;
  • Apoio Pedagógico/ Monitoria (no contra turno – sem custos);
  • Oficinas de Cidadania;
  • Atualidades;
  • Orientação Profissional (palestras, feiras, workshops, oficinas de cidadania, etc);
  • Visitas às universidades;
  • Simulados com questões dos principais vestibulares e do ENEM;
  • Aulões de revisão (para o terceirão);
  • Eventos esportivos, culturais, científicos, cooperativos e solidários;
  • PROERD – Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência – palestras com os instrutores do Programa;
  • Dança, futsal (extracurricular);
  • Coral, flauta doce, teclado e violão (extracurricular);
  • Robótica;
  • Dança, Natação, Jiu Jitsu e Taekwondo (convênio);
  • Recursos Multimídia;
  • Laboratórios: Arte, Ciências, Culinária, Informática, Literatura e Multimídia;

Informática Educativa e Oficinas de Cidadania são diferenciais pedagógicos, sendo utilizados como apoios para os demais componentes curriculares. Poderão ainda ser propostos como oficina com base em projetos didáticos de trabalhos específicos.

Resultados no Enem e nos vestibulares:

Confira no link: http://bit.ly/2fePe5i

 

Tarefas/Deveres Escolares:

A realização das tarefas escolares é um momento muito importante de aprendizagem. Tem por finalidade desenvolver a autonomia do/a educando/a, fixar o conteúdo trabalhado em sala de aula, possibilitando aos educadores avaliar o nível de compreensão do/a educando/a e criar o hábito do estudo diário.
As tarefas fazem parte do estudo diário, mas não bastam por si só, devendo ser complementadas com leitura, produção textual, reescrita ou destaque das ideias principais, esquema, resumo e pesquisa nos livros de registros do Sistema, atividades no computador (links indicados pelos educadores, texto ou resumo digitado), revisão de atividades executadas em sala de aula, entre outras. (Ana Gissele F. da S. Bleyer, 2007).

Avaliação Ensino Médio:

Para a nossa Instituição, “a avaliação que importa é aquela que é feita no processo, quando o educador pode acompanhar a construção do conhecimento pelo educando”. (VASCONCELLOS, 1993, pg.57)
Nossa avaliação é norteada pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional – LDB – e Resolução nº. 158/08/CEE/SC.

Acreditamos na avaliação diagnóstica e formativa. Para tanto, pensamos e planejamos a prática educativa articulada com a avaliação. “Este enfoque tem um princípio fundamental: deve-se avaliar o que se ensina, encadeando a avaliação no mesmo processo de ensino e aprendizagem”. Somente neste contexto é possível falar em avaliação inicial (avaliar para conhecer melhor o educando e ensinar melhor) e avaliação final (avaliar ao finalizar um determinado processo didático).

Para os Anos Finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio são intensificados aspectos quantitativos com a realização de atividades de avaliação, periódicas e agendadas, constando de médias trimestrais.

É inserida na avaliação quantitativa, a apreciação dos aspectos qualitativos, que conforme Resolução nº. 158/2008/CEE-SC.

Nossa instituição segue ainda, nessa modalidade de ensino, a Resolução nº. 158/2008/CEE-SC, pelo parecer 396, cujo foco é a corresponsabilidade frente ao ENEM – Exame Nacional do Ensino Médio, processo que está se sedimentando, aos poucos, para o ingresso ao Ensino Superior.

Desta forma, desenvolvemos práticas que favorecem desempenhos qualitativos aos nossos educandos, também frente às avaliações por competências e habilidades.

Ter-se-ão como aprovados, quanto à assiduidade, os alunos de frequência igual ou superior a 75% (setenta e cinco por cento) das horas de efetivo trabalho escolar.